O que é Jingle e o que ele pode fazer para a sua marca?

O que é um Jingle?


O Jingle é um termo em inglês que se refere a uma espécie de mensagem publicitária musicada, que consiste em estribilho simples e de curta duração, próprio para ser lembrado e cantarolado com facilidade.
É considerado uma ação de mídia estratégica que pode auxiliar o transmissor de uma mensagem quando bem construído, facilitando a comunicação de uma empresa ou marca com seu público.
É como uma música desenvolvida para uma empresa, produto ou marca e é, geralmente, uma peça de áudio, ou vídeo em alguns casos, utilizada por emissoras de rádio, TV, carros de som, dentre outros meios que possuem o recurso de áudio, com o intuito de promover reconhecimento e identificação da marca, produto ou serviço.
Normalmente, um Jingle publicitário é de curta duração (de 15 a 30 segundos, em alguns casos alcançam até um minuto), pois pretende-se que ele seja memorizado e lembrado facilmente por quem o está ouvindo. Um Jingle deve também estar atrelado a uma boa história, e não somente a música.
Pode até parecer que os Jingles não têm tanta importância, que existem outros formatos de maior relevância e com um maior destaque no mercado, mas não se engane, eles estão em processos de campanhas eleitorais brasileiras há 87 anos e geram ótimos resultados em diversas áreas, levando em consideração que para cada público específico existe uma linguagem e um meio de comunicação de maior eficácia e relevância.
Clique aqui e veja 5 Jingles brasileiros famosos.
Apesar da dificuldade para mensurar a importância dos Jingles em campanhas, ele é uma ferramenta fundamental para muitas ações. O ato de decisão de compra e aceitação do público muita das vezes tem componentes racionais e emocionais, e os Jingles utilizam de elementos sonoros que despertam esses sentimentos de uma forma passiva. Continue lendo e saiba mais sobre os Jingles e sua importância.

Jingles como ferramenta de comunicação


Foi com a rádio que os jingles se consolidaram como um meio padrão da publicidade. Isso se deve aos programas de rádio, onde os textos publicitários eram cantados de improviso. Os Jingles acabaram se tornando uma importante ferramenta de comunicação.
O texto, os efeitos sonoros, as músicas de fundo, o silêncio, os ruídos, dentre muitos outros sons, são incorporados, se unindo de acordo com o interesse do transmissor da mensagem, adquirindo uma nova cara e um novo significado. Esses elementos perdem os significados que têm separadamente à medida que são combinados entre si e se transformam na mensagem a ser transmitida para o público.

Jingle gera mais Memorização

Jingles são projetados para se infiltrarem na memória e ficar lá por anos, às vezes aparecendo do nada. Psicólogos e neurologistas que estudam os efeitos da música no cérebro descobriram que uma música com uma forte ligação emocional com o ouvinte é difícil de se esquecer.
Foi essa descoberta que levou os profissionais de marketing a licenciarem músicas pop para publicidade em vez de comissionarem Jingles originais.
Acontece que algumas canções pop contêm earworms: “ganchos” agradavelmente melódicos e fáceis de lembrar que possuem os atributos de um Jingle típico.
Pesquisadores observaram que quanto mais curta e mais simples a melodia, mais provável é ficar preso em sua cabeça, é por isso que alguns dos earworms mais comuns, são os Jingles e refrões de músicas pop.
A palavra “earworm” foi popularizada por James Kellaris, um professor de marketing da Universidade de Cincinnati, que fez muito (para o bem ou para o mal) para trazer esse fenômeno à frente do estudo das técnicas publicitárias.
Não sabemos muito sobre o que causa os earworms, mas pode ser a repetição dos circuitos neurais que representam a melodia em nossos cérebros.

O que um bom Jingle é capaz de fazer pela sua empresa, marca ou produto

Um bom jingle pode fazer muito por uma marca, como trazê-la de volta ao topo dos assuntos mais falados, introduzir um novo item em pauta e trazer um maior destaque para um tema que já havia sido esquecido.
Ao ouvir um bom jingle, o receptor absorve a mensagem de uma forma muita mais leve, ela mexe com o emocional do indivíduo e ele assimila com uma maior facilidade e rapidez. O risco do ouvinte se cansar ou de não captar a mensagem da forma desejada pelo transmissor é bem menor.
A criação de uma música com base no perfil do público alvo, bem adaptada para o veículo de comunicação em questão, somada a um bom texto, trará mais animação e uma maior movimentação para o serviço ou produto que será anunciado, o que faz com que o assunto em questão apareça com facilidade na mente dos receptores, cumprindo seu papel.
Uma melodia bem trabalhada pode otimizar uma mensagem, como por exemplo, trazendo um destaque para o nome da empresa, fazendo com que ela seja facilmente lembrada.
O Jingle é capaz de trazer mais personalidade para um produto, serviço ou marca, é mais fácil se lembrar de mensagens que estão fortemente presentes na mente das pessoas. Levando isso em consideração, o Jingle deve também ser composto por uma boa história, e não somente pela parte musical, tendo um contexto claro para o ouvinte.
Conheça os Jingles já criados pelo nosso CEO, Fernando Henrique Corrêa, para alguns clientes:Clique aqui!

Jingle também é para você?

Muitas empresas acham que não podem ter seus próprios Jingles, pois não tem como colocá-los em rádios. Mas com a internet, um Jingle, bem criado, pode facilmente acabar viralizando, principalmente se for criado com um vídeo legal.
Ele também pode ser tocado dentro da sua empresa, cantado pelos colaboradores, gerando grande engajamento e empatia. Então, quando uma empresa cria um Jingle, ela está se aproximando do seu público, de forma muito empática e natural.
E aí, gostou de saber um pouco mais sobre a história do Jingle e o que ele pode fazer por seu negócio?Converse conosco para tirar suas dúvidas e entenda como fazer um bom Jingle para a sua marca.

31 98839-8836  |  31 3245-4665
Rua Dr. Plínio de Morais, 662A, Cidade Nova, Belo Horizonte/MG
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin