Lebbe

Less, but better.

Marketing Digital para e-commerce: 7 estratégias para vender mais

e-commerce

Para que o e-commerce tenha sucesso, também é importante investir em estratégias de marketing digital, pois através delas é possível promover produtos ou serviços no ambiente digital.

Diferentes ações e estratégias são utilizadas para alcançar os objetivos de vender mais, fidelizar clientes, aumentar visibilidade, gerenciar a marca, engajar colaboradores e mais.

Nos deparamos com algumas empresas que são cases de sucesso de marketing digital, e às vezes nos perguntamos qual será o segredo para alcançar o sucesso. 

Grandes marcas brasileiras como Magazine Luiza, Havaianas e Dove, por exemplo, são corporações que criam novas ideias e formatos para gerar valor e se destacar da concorrência. 

Quer saber como o marketing digital pode te ajudar a se tornar uma empresa promissora? Continue conosco, hoje vamos destacar 7 dicas indispensáveis de estratégias de marketing para o seu e-commerce crescer mais.

Boa leitura!

O que é marketing digital e e-commerce?

O marketing digital para e-commerce é realizado através de um conjunto de estratégias, que quando somadas e aplicadas geram resultados muito promissores para o comércio eletrônico.

Como sabemos, todo negócio tem seus pontos positivos e negativos, independente da segmentação. 

Com isso, as técnicas que são realizadas no marketing são pensadas de forma estratégica para que as dores e problemas sejam solucionadas, e suas forças reconhecidas pelo público.

É através das ferramentas utilizadas no marketing para e-commerce que as grandes marcas criam posicionamentos, engajamento, fidelizam clientes, vendem mais e ganham visibilidade.

Como o e-commerce tem se transformado com o marketing digital?

e-commerce estratégias

O marketing digital tem sido uma alternativa interessante e vantajosa para o negócio, que inclusive abrange qualquer segmentação de mercado.

Foi divulgado no site E-commerce Brasil que no ano de 2021 o e-commerce brasileiro apresentou um faturamento recorde, ultrapassando R$ 161 bilhões

Esse dado demonstra o avanço do e-commerce, e que essa tem sido para as empresas uma nova forma de fazer negócio. Entretanto, vale lembrar que o mercado digital é extremamente competitivo, e uma das maneiras de se destacar é investindo em marketing digital.

O que deve ser observado pelas empresas é que o digital está se transformando cada dia mais, e a tendência é que as pessoas se adaptem ainda mais aos novos formatos de compra e venda.

E como sabemos, o comércio precisa estar nos mesmos lugares que seu público, criando posicionamentos e identificação.

Quais as melhores estratégias de marketing para e-commerce?

marketing digital

O sucesso do e-commerce é algo sonhado por todos os empreendedores, entretanto colocam de lado as ferramentas fundamentais de marketing digital.

É essencial investir nas estratégias eficientes para obter os melhores resultados, vejamos algumas delas:

1. Tráfego pago

Nos deparamos com anúncios diariamente quando acessamos a internet, seja em sites ou em redes sociais. Essas são estratégias para fazer com que as pessoas visitem um site, uma loja ou uma página através das veiculações de campanhas que são realizadas em plataformas específicas.

Em outras palavras, o tráfego pago é um investimento fundamental para as empresas, pois através dele é possível atrair potenciais clientes para conhecer, relacionar com a marca e comprar.

Funciona da seguinte maneira: primeiro é preciso realizar um planejamento e estudo sobre o público-alvo, segmentação de campanha, tipo e formato de veiculação e as plataformas de canais onde os anúncios irão aparecer.

Após essas etapas, têm que ser escolhido o orçamento e como ele será cobrado, visto que existem duas formas, o CPC e CPM.

O CPC é uma sigla que representa o custo por clique, que significa que a empresa precisará pagar cada vez que houver uma interação (clique) na campanha veiculada, sendo essa uma opção bastante significativa para quem busca gerar conversões (visitas na página).

O CPM é o custo por mil impressões, que significa pagar apenas quando houver a visualização de mil pessoas no anúncio. Neste caso, é indispensável investir mais em anúncios relevantes, para que o reconhecimento da marca ganhe mais visibilidade no mundo online.

Para gerar tráfego pago, existem algumas plataformas disponíveis, sendo o Google Ads mais conhecido e mais utilizado. Entretanto, existem outras plataformas, como a do Facebook Ads, Instagram Ads, YouTube Ads, LinkedIn Ads e Taboola. 

2. Inbound Marketing

Inbound marketing é uma excelente estratégia de conteúdo voltada para públicos específicos, relacionando e atraindo leads qualificados.

Através de conteúdos relevantes e de valor, é possível atrair, engajar e manter uma boa fidelização com o público. Assim, os objetivos de atração, conversão, venda e encantamento são atingidos.

Em outras palavras, podemos entender que o inbound marketing são ações que atraem clientes que tenham interesse em comprar serviços ou produtos de uma determinada empresa, por isso que dizemos que o lead é qualificado (contato capturado que demonstrou interesse ou intenção).

Portanto, vale lembrar que para conquistar esse contato, o conteúdo de qualidade é indispensável, pois é ele quem conquista a atenção de potenciais consumidores, transformando a marca em uma referência e autoridade no assunto.

3. Estratégia de cross-selling e upselling

Cross-selling significa venda cruzada em português. Esta é uma estratégia muito importante para um e-commerce, e para compreendermos melhor, podemos mencionar as ocasiões em que realizamos a busca por algum produto na internet.

Nestes casos, aparecem itens semelhantes ou relacionados ao que adicionamos ao carrinho. Por exemplo, se uma pessoa adicionar à sacola do site um tênis, ela também vai começar a receber as ofertas e descontos de itens relacionados, como meias, palmilhas e outros acessórios.

Já no caso do up selling, o objetivo é fazer com que o usuário troque os itens por outros superiores. Esta é uma ação que pode funcionar muito bem, caso o desconto do produto seja vantajoso. 

4. Taxa de conversão 

A taxa de conversão trata-se de uma métrica fundamental para o e-commerce, pois é através dela que pode ser entendido como está o retorno de cada investimento realizado.

São formas de medir as estratégias que estão sendo realizadas, para que assim as ações possam ser aprimoradas, para que a empresa tenha melhores resultados.

O cálculo é basicamente assim, dividimos o número de visitas pelo número de conversões. A depender dos resultados, algumas estratégias são repensadas.

O ideal aqui, é que seja compreendido que aumentar a taxa de conversão, pode dobrar vendas.

5. SEO

SEO é uma sigla pequena, mas é uma estratégia que impacta positivamente os negócios.

Search Engine Optimization ou “otimização para motores de busca” em português, são otimizações realizadas no site, nos blogs e em páginas da web. O intuito é fazer com que os buscadores orgânicos sejam aprimorados. 

Quando fazemos uma pesquisa no Google, os links das páginas aparecem são as que têm mais visibilidade e cliques, pois as estratégias de SEO foram aplicadas da maneira correta.

Isto significa: conteúdo de qualidade, boa usabilidade do site, utilização de palavras-chaves, tags, imagens, vídeos, descrições e outras técnicas.  

Leia também: como alcançar o topo do Google em 2022.

6. Escalar a equipe de marketing

Um time de marketing tem experiência em entender quais estratégias e ações de marketing devem ser aplicadas para cada tipo de negócio.

Para que um comércio eletrônico possa ter os melhores resultados, é ideal aplicar todas essas técnicas que mencionamos ao decorrer do conteúdo. Essa é uma tarefa que requer estudos e análises de uma equipe mais ampla, onde cada profissional ficará responsável por demandas e etapas diferentes.

Uma agência de marketing digital, por exemplo, tem toda a estrutura necessária para campanhas, veicular ações e monitorar resultados.

As vantagens de investir em uma agência são: 

  • Desenvolve o relacionamento duradouro com o público;
  • Cria fidelização da marca;
  • Transforma dados em ações estratégicas;
  • Aumenta a credibilidade do e-commerce;
  • Auxilia o cliente na tomada de decisão de compra;
  • Promove maior confiança no planejamento e nas execuções das ações.

7. Analisar resultados

Mensurar os resultados é importante para que os indicadores possam ser interpretados. A partir disso, as decisões de um planejamento são tomadas para trazer sucesso.

Como sabemos, não se faz um planejamento de marketing sem antes ter um objetivo e analisar quais resultados seriam mais eficazes. Por este motivo, é ideal ter um panorama geral da empresa e de cada detalhe dela.   

Marketing digital como um diferencial para o seu e-commerce

e-commerce

O e-commerce deve ter o marketing digital aplicado para que as vendas sejam impulsionadas. 

Através das estratégias que você pôde acompanhar durante o conteúdo, é possível divulgar serviços ou produtos para alcançar novos clientes, sendo o custo mais baixo, se comparado aos investimentos em revistas impressas, TV, rádio e outros meios de comunicação tradicionais.

Comece a otimizar os seus resultados! Acesse nosso blog e aprenda a ter bons retornos financeiros no seu e-commerce.

Até a próxima!