Lebbe

Less, but better.

Dia do Consumidor 2022: 9 dicas de promoções para seu e-commerce vender mais

O Dia do Consumidor tem ganhado relevância no comércio eletrônico, sendo considerado a “Black Friday do primeiro semestre” e a primeira grande data do ano no calendário do e-commerce.

Anualmente, este calendário possui alguns períodos em que se pode prever que as vendas irão aumentar. 

De acordo com um estudo da NZN Intelligence, 74% dos brasileiros mudaram seu comportamento e, agora, preferem comprar pela internet.

Isso mostra que ações, promoções, condições especiais de compra e outros incentivos no e-commerce nesta data, podem render um grande retorno para o setor, pois, invariavelmente o consumidor se sentirá valorizado. 

E o evento não se resume a um único dia: nos últimos anos, ele tem movimentado uma semana inteira de ofertas para atrair os clientes e potencializar os resultados do varejo.

Isso porque, de acordo com os dados do relatório da AlliN, em 2021, os e-commerces faturaram R$6,3 bilhões só na primeira quinzena de março — um crescimento de 85% em relação ao ano anterior. 

O dia do consumidor no Brasil é comemorado todos os anos, no dia 15 de março. Essa data foi criada para lembrar dos direitos que o consumidor tem e para que as leis que defendem os mesmos sejam respeitadas.

Existem formas de homenagear e demonstrar que essa data é importante, através dos descontos, das ofertas e das promoções que as empresas oferecem a seus consumidores. 

Sendo assim, hoje separamos 9 dicas de promoções para o seu e-commerce vender mais e aprender a desenvolver estratégias de marketing para atrair novos consumidores no mercado digital.

As compras online têm avançado cada vez mais nos últimos anos. Em janeiro de 2022, o e-commerce registrou uma alta de 20,56% nas vendas, conforme os dados apontados pelo indicador MCC-ENET, uma parceria entre a Companhia Compre & Confie e a Câmara Brasileira da Economia Digital.

Continue a leitura, no artigo de hoje, vamos falar sobre como entregar qualidade, criar sentimento de urgência, fazer promoções para atrair novos clientes e outras dicas valiosas para e-commerce.

Boa leitura!

Qual é a importância do Dia do Consumidor para as lojas virtuais?

Apesar do dia ser feito para lembrar dos direitos do consumidor, essa data pode ser muito vantajosa para as lojas virtuais, pois é uma data estratégica para atrair novos clientes através de promoções, cupons e ofertas relâmpagos, por exemplo.

O ideal é que através dessas ações seja criada uma relação entre marca e consumidor para melhorar o engajamento, criar fidelização e aumentar as vendas. 

Quanto antes as lojas começarem a fazer um planejamento, melhor será a estratégia. Assim, fica mais fácil executar as ações e ter um retorno positivo.

O marketing de relacionamento funciona muito bem, principalmente quando através de ações a empresa consegue se aproximar ainda mais de seus clientes, mantendo boas relações com eles.

Em outras palavras, o dia do consumidor é essencial para que as lojas virtuais possam conhecer a fundo o seu público, criando laços de fidelidade com eles.

Quais tendências podem ser aplicadas para e-commerce na Semana do Consumidor?

Independente do tipo de produto ou serviço que as empresas ofereçam, elas podem estar presentes na loja virtual, o que facilita as vendas e fornece aos empresários inúmeras vantagens.

Ao falar de e-commerce, não poderíamos deixar de trazer aqui as tendências, que inclusive podem ser aplicadas para o dia do consumidor.

O recommerce, que é a prática de colocar itens utilizados de volta no mercado, é uma tendência de e-commerce que surge também como uma forma de contribuir com a sustentabilidade, uma vez que o descarte de objetos não é mais feito.

Além disso, temos os prazos de entregas menores como uma tendência. Já sabemos que os clientes hoje querem rapidez e poder entregar essa exigência é um diferencial que conquista os consumidores. Portanto, vale o investimento em meios que desenvolvam uma boa logística.

O marketplace também é uma tendência. Ele é fundamental, pois essa modalidade tem uma estrutura parecida com a de um shopping, ou seja, um ambiente com variados tipos de itens e serviços.

O marketplace é um canal de venda que possui alto tráfego, o que por sua vez tem grande valia, visto que é o ideal para fazer campanhas no dia do consumidor.

Falaremos mais à frente detalhadamente sobre essas tendências.

Leia também: Qual é a importância da criação de site para empresas?

O que os e-commerces devem fazer no Dia do Consumidor?

No dia do consumidor, geralmente as marcas apenas colocam seus produtos com descontos sem nem pensar nas outras estratégias.

O que queremos ressaltar aqui é que os descontos e as promoções são apenas uma parte de um conjunto de ações que devem ser pensadas para que o e-commerce venda mais.

Para dar início, um planejamento para o dia da campanha já ajuda bastante. Isso porque nele irá constar todas as etapas que devem ser definidas e o objetivo de cada uma delas.

Para desenvolver essa etapa de maneira eficaz, pode ser feito um estudo aprofundado sobre em qual negócio a empresa está inserida, quais são as tendências e as possíveis oportunidades.

Assim, fica mais claro no momento de tomar decisão o que pode ser feito na data, tendo estipulado também se será realizado uma vantagem de frete grátis, cashback, cupons e dentre outras opções de benefícios para o consumidor.

Dicas de promoções para seu e-commerce vender mais no Dia do Consumidor:

Apenas uma promoção não basta para atrair o público, é necessário também identificar o momento certo de ativar essas estratégias para que seja transmitida ao consumidor a sensação de oportunidade única. 

Como exemplo podemos citar a experiência em uma loja física: quando ficamos indecisos ao comprar um item, logo o vendedor nos comunica que aquele é o último estoque ou que o preço está naquele valor por tempo determinado. 

No momento que isso acontece, é despertado uma sensação de urgência, muitas vezes nos levando a realizar ação final de compra.

Do mesmo modo deve ser pensada a campanha de promoção no e-commerce. Claro que ninguém vai aparecer e dizer ao cliente que o estoque está acabando, até porque isso soa invasivo.

Existem outras formas, bem mais sutis de influenciar o consumidor a tomar a decisão de compra no modo virtual, confira:

  1. Entregar qualidade

A qualidade do produto é importante por ser um diferencial, nem sempre o preço é mais atrativo que o produto. 

Ressaltar o que tem de diferente no produto que faz ele ser singular é uma tática muito eficaz, pois assim a empresa está valorizando os atributos do produto e colocando em evidência a importância de adquiri-lo.

A título de exemplo, podemos citar uma escova de dente vegana com um preço mais elevado. 

O público que está em busca desse material é bem mais consciente, o que faz com que essas pessoas realizem a compra justamente pela qualidade dos materiais que foram utilizados na produção, tornando assim o preço um fator irrelevante se comparado a qualidade.

Vale ressaltar que, com isso, não queremos dizer de forma alguma que o preço não é um fator atrativo. Ele também é muito importante, mas existem outros aspectos que influenciam o usuário a comprar.

  1. Criar sentimento de urgência 

Conforme citado anteriormente, é possível criar a sensação de urgência para influenciar o consumidor.

Esse pode ser um aliado para vender mais. Para entendermos melhor, destacamos dois tipos de senso de urgência:

  • Escassez: 

Conhecido também como compelling de vendas, essa é uma técnica capaz de levar o cliente potencial a uma assinatura rápida de contrato.

O intuito é oferecer vantagens especiais como acesso a cursos ou a plataformas dentro de uma quantidade de dias estipulada.

Essas vantagens não podem ser desenvolvidas de maneira que coloque em questão a imagem da marca ou a percepção de valor. 

O ideal é que através desse processo, seja estimulada a sensação de ansiedade para ter logo as vantagens, e o medo de perder a oportunidade.

  • Resolução do problema:

Neste caso, estamos falando basicamente sobre criar uma necessidade ou o desejo de compra através de soluções, ou seja, para que o consumidor queira adquirir um serviço ou produto, primeiramente é preciso criar a falta dele.

Podemos citar como exemplo a campanha de um Iphone, que geralmente é um celular mais caro, só que no dia do consumidor ele pode aparecer com uma boa promoção. 

Nesse caso, é estimulado no usuário uma urgência da resolução de problemas com um telefone básico, que teoricamente está servindo, porém não supre as necessidade relacionadas a câmera ou sistema.

  1. Fazer promoções para atrair clientes

A promoção exclusiva é um fator importante, ela pode ser criada de forma estratégica para fazer com que os usuários visitem o site da loja com frequência para verificar as promoções.

Os empresários podem até se perguntar se esse será mesmo um ponto positivo, e como exemplo de que essa é uma estratégia que funciona, podemos analisar o aplicativo de loja Shopee, que iniciou no Brasil em 2019.

Em datas específicas é possível encontrar diversas promoções, cupons de desconto e frete grátis. Essa é uma forma de atrair os consumidores, não é por acaso que já é o quarto app de mobile commerce mais usado pelo brasileiro. 

Outros aplicativos de compras também utilizam essa estratégia, oferecendo essa oportunidade de promoções em datas específicas.

  1. Facilitar forma de pagamento

O digital oferece aos consumidores uma forma mais prática, rápida e eficaz de receber um item em casa. 

Dito isto, entendemos que burocracias e processos demorados são cansativos para os usuários, sendo um fator que prejudica a experiência e não auxilia na estratégia de ação.

Do mesmo modo acontece com a forma de pagamento. Isso porque, as pessoas podem desistir de uma compra, buscando em outras lojas o mesmo produto, porém uma que ofereça a ela a facilidade de pagamento.

Sendo assim, a forma de pagamento descomplicada é um diferencial, por oferecer diferentes tipos de pagamentos, podendo ser via pix, boletos ou parcelamentos. 

  1. Oferecer experiência, ter fidelização

Como podemos analisar durante o artigo, a experiência está em todos os aspectos, desde o pagamento, layout do site, descontos, qualidade do produto às técnicas de persuasão.

Por este motivo é tão essencial fazer um planejamento, para que o cliente possa ter a melhor experiência possível.

Inclusive, vale dizer que essa é uma forma do cliente compartilhar a vivência com outras pessoas. 

Assim, a repercussão da qualidade do site é feita de graça pelo próprio cliente, nada melhor que um consumidor satisfeito para as empresas, não é mesmo?

O boca a boca é praticamente garantido. Em uma roda de amigos sempre mencionamos a satisfação de ter obtido algo, que necessariamente não precisa ter sido de valor alto, basta ter superado as expectativas através do frete grátis e rápido ou de um atendimento online.

Em outras palavras, é oferecendo ao público uma experiência, e é através dela que se ganha a fidelização. É assim que os consumidores defendem e tem a loja como favorita, dispensando os demais concorrentes.

Ações simples e baratas também valem a pena. Basta fazer com que as pessoas se sintam únicas, mesmo que seja por meio de uma mensagem de agradecimento pela compra ou o envio de um brinde. O importante é conquistar cada cliente.

  1. Manter os clientes engajados 

Manter os clientes engajados é uma etapa fundamental. Isso pode ser feito de diferentes maneiras:

  • Dando a eles a possibilidade de dar feedbacks;
  • Dispondo outros meios de comunicação como chats e e-mails;
  • Prestar atenção às reclamações, dando um atendimento eficiente para resolver qualquer demanda;
  • Disponibilizando conteúdos de valor;
  • Expondo produtos em fotos e vídeos;
  • Demonstrando os mais vendidos;
  • Exibindo avaliação de outros clientes;
  • Tendo uma boa presença nas redes sociais.

Essas são maneiras indispensáveis para manter as vendas e o engajamento do e-commerce com o consumidor online da atualidade.

  1. Investir em branding

Branding são ações realizadas com a finalidade de construir uma gestão eficiente da imagem de uma empresa.

Trata-se de um trabalho voltado para a expansão e alcance positivo dos negócios. Essas são ações muito utilizadas por grandes marcas como Apple, Adidas, Nike, Google e dentre outras.

Essas marcas têm um grande alcance porque investem em formas de se diferenciar da concorrência, conquista a credibilidade da clientela, cria identificação com o público e comunica de forma eficiente e clara.

Com o mercado competitivo, o investimento em branding já é um diferencial, pois a marca estará se posicionando diante da concorrência e criando conexão com o público alvo. 

  1. Desenvolver soluções omnichannel

Omnichannel pode ser uma solução excelente para as lojas que querem entregar boas experiências a seus consumidores, pois essa é uma estratégia de venda que envolve diferentes tipos de canais de comunicação.

Vale lembrar que as marcas precisam estar no mesmo local que o seu público, seja por meio físico ou virtual. 

O omnichannel permite essa presença, através de uma abordagem de venda por multicanais com o consumidor, criando assim familiarização, promoção e comunicação.

O ideal é que cada canal do omnichannel seja planejado e estudado. As tendências são:

  • Vendas em dispositivos mobile: 

Nenhum outro canal aproxima mais as marcas de seus consumidores como o celular. 

Isso porque essa modalidade permite uma agilidade muito cômoda. Estamos nos adaptando cada vez mais com a chegada do digital, onde tudo é muito rápido e as exigências são ainda maiores.

  • Webrooming em ambientes físicos: 

Esse é um processo que se inicia na internet e que é finalizado com uma compra na loja física. 

Inclusive, existem empresas que oferecem descontos para as pessoas que compram online e retiram o produto na loja mais próxima.

É também uma opção para a empresa não ter que lidar com a logística de entrega.

  • Showrooming em canais online: 

Neste caso, o cliente vai até à loja física e experimenta o produto para realizar a compra, que será feita de forma virtual. 

Para entendermos melhor, podemos trazer aqui um case de sucesso da rede de supermercado Tesco, na Coreia do Sul, que colocou lojas online em locais públicos. 

Parece confuso pensar em lojas virtuais no ambiente físico, mas é como se nas paredes fossem colados adesivos que simulam prateleiras de supermercados com produtos. 

Desse modo, as pessoas que estão passando pelas ruas utilizam seus celulares para escanear o produto e finalizar a compra online. Depois elas recebem em casa os produtos.

  1. Utilizar a base de leads

Os leads são pessoas que demonstram interesse em adquirir os produtos ou os serviços de uma determinada empresa. 

Essa é uma dica que merece atenção, pois os leads fornecem informações indispensáveis sobre os indivíduos como nome, contato, e-mail, idade e profissão.

São dados adquiridos através de formulários online que foram preenchidos por usuários em troca de um e-book, cupons, descontos ou newsletter.

Os leads podem ser utilizados principalmente para trabalhar a fidelização, uma vez que são esses clientes fidelizados que compram com regularidade e colaboram com os lucros da empresa.

Como desenvolver estratégias para vender mais até o resto do ano?

Como você pode ver, existem diferentes maneiras de criar promoções para o seu e-commerce no dia do consumidor.

Essas são dicas fundamentais para as empresas porque trazem resultados imediatos se aplicada às estratégias e ao planejamento de campanhas.

Além disso, com as técnicas é possível vender até o resto do ano, pois as relações com seus clientes serão as melhores.

Aproveite que o digital oferece um olhar mais detalhado sobre o consumidor e faça o seu e-commerce vender mais.

Quer saber mais? Clique aqui para acompanhar nossos conteúdos e fique por dentro do que acontece no marketing digital.