Lebbe

Less, but better.

Como criar um e-commerce do zero? 8 passos essenciais!

e-commerce

Criar um e-commerce do zero pode ser um grande desafio, mas com certeza essa é uma oportunidade de fazer negócio que pode gerar mais vendas.

Um levantamento realizado pela NZN Intelligence, demonstrou que a compra online é uma preferência de 74% dos consumidores brasileiros. 

Esse dado deve ser analisado pelos empresários, uma vez que eles demonstram que houve uma mudança no comportamento do consumidor.

Entretanto, vale ressaltar que para criar um e-commerce é necessário seguir alguns passos fundamentais, como traçar objetivos, definir produto, segmentação de mercado e outros mais.

Continue conosco para descobrir 8 etapas principais para criar um e-commerce do zero.

Boa leitura!

Por que devo criar um e-commerce?

e-commerce

O e-commerce pode trazer muitos benefícios para as empresas, pois o seu crescimento tem se mostrado promissor, é uma grande oportunidade para os negócios. 

No site E-commerce Brasil foi divulgado que no ano de 2021, o e-commerce brasileiro apresentou um faturamento recorde, ultrapassando R$ 161 bilhões

Além disso, o e-commerce é mais vantajoso para a empresa porque não tem alto custo para manter a loja em sua estrutura física.

O alcance do público também é maior, uma vez que não haverá empecilhos em relação ao limite geográfico, uma vez que os itens podem ser comprados e enviados para qualquer lugar.

O comércio eletrônico é flexível porque tem modelos diversificados, está disponível para todas as segmentações de negócios. Empresas que investem nessa modalidade, acaba adquirindo algumas vantagens, como:

  • Aumento da visibilidade;
  • Crescimento do índice de vendas;
  • Credibilidade com o público e no mercado;
  • Reduzir o CAC (Custo de Aquisição de Clientes);
  • Cria boas relações público-alvo;
  • Fideliza os clientes;
  • Tem um ótimo custo-benefício.

Passos essenciais para criar um e-commerce do zero

e-commerce

Agora que já vimos como é vantajoso investir em uma loja online, vamos destacar 8 passos essenciais para criar um e-commerce do zero.

1. Traçar um objetivo

Qualquer negócio deve ter objetivos traçados, pois essa etapa é fundamental para estipular quais ações devem ser realizadas para alcançar uma determinada meta.

Ao traçar o objetivo, é importante definir metas a curto, médio e longo prazo. Assim, também deve ser feito um plano de ação, para que seja definido como e quando atingir a meta.

Por exemplo, se os objetivos forem aumentar a visibilidade e gerar mais resultados, a ação realizada deve ser de marketing digital, investindo em inbound marketing, conteúdo rico, SEO e outras ferramentas.

É preciso lembrar que cada etapa neste início vai fazer a diferença no planejamento, até os mínimos detalhes. 

Também é indispensável realizar um estudo para descobrir o público-alvo. Neste caso, é sempre bom contar com a ajuda de profissionais que saibam criar personas, realizar testes A/B e utilizar outras ferramentas de marketing para obter os melhores resultados. Assim sendo, o que deve ser estabelecido é: 

  • Nicho de mercado;
  • Público-alvo;
  • Concorrentes diretos e indiretos;
  • Produtos ou serviços que serão vendidos;
  • Orçamento;
  • Plataforma de venda que será utilizada.

Nos próximos tópicos veremos com mais detalhes estes pontos destacados.

2.  Escolher uma plataforma para e-commerce 

Escolher uma plataforma para o e-commerce exige um certo cuidado, visto que os usuários precisam ter boas experiências. O consumidor hoje busca mais que uma compra, pois ele também quer criar laços e identificação com as marcas.

Por este motivo, é necessário ter atenção às funcionalidades que são oferecidas pelas plataformas.

Uma das coisas que não pode faltar na escolha da plataforma é se ela é compatível com as técnicas de SEO. São passos importantes para todo site, que são estrategicamente definidas conforme os fatores de rankeamento que influenciam os resultados orgânicos.

A personalização de layout e a diversidade em formas de pagamentos também são recursos essenciais, que apenas uma boa plataforma permite.

É possível também em algumas plataformas emitir notas fiscais e boletos bancários de forma automática. 

3. Definir o produto e o segmento de mercado

No e-commerce existem diferentes modalidades de negócios, como B2B, B2C, D2C e outros modelos que se encaixam em cada tipo de negócio.

Para mais, é preciso realizar um estudo de mercado para verificar a concorrência e traçar ações que façam o negócio se diferenciar dos demais concorrentes.

Essa etapa é importante para otimizar as estratégias de marketing e torná-las mais assertivas. As etapas envolvem:

  • Determinar um objetivo para alcançar;
  • Definir o tamanho comércio eletrônico e saber para quem vai vender;
  • Identificar outras segmentações de mercado;
  • Analisar e estudar hábitos e dados do público e como alcançá-lo;
  • Desenvolver estratégias para criar identificação com o público.

4. Estabelecer variadas formas de pagamento

Hoje em dia temos muitas formas de pagamentos disponíveis, sendo que utilizamos mais as que são práticas. Por exemplo, o pix é uma forma de pagamento simples de ser utilizada, entretanto é difícil ver uma loja online disponibilizar este método de pagamento.

Um comércio eletrônico deve oferecer a seus clientes diferentes formas de pagamento, como cartão de crédito, boleto bancário, débito online, transferência bancária, pix e QR Code.

Do contrário, pode ser que as pessoas desistam de finalizar uma compra, pois os meios de pagamentos burocráticos não são práticos para os usuários.

5. Determinar canais de atendimento

Os canais de atendimento são importantes, é através deles que a comunicação com o cliente é estabelecida. 

O atendimento é essencial para todo negócio, por isso é preciso estabelecer os canais de atendimento como telefone, e-mail, WhatsApp, Chat, Instagram e outros.

Todos os meios de comunicação devem ser efetivos, e os clientes devem obter uma resposta. O ideal é que o resultado traga fidelização, entregue boas experiências, aumente as vendas e o nome da marca seja reconhecido por ter atenção e compreensão para com os clientes.  

6. Desenvolver planejamento para opções de envio

Ter um planejamento de envio é fundamental, pois como mencionamos anteriormente, houve uma mudança no comportamento do consumidor. 

A entrega rápida é uma vantagem muito preciosa para as lojas online, pois é também uma forma de criar laços e fidelizar os clientes, fazendo com que estes eliminem a escolha de comprar na concorrência e voltem sempre para consumir mais.

Conforme a pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico: Abcomm, as transportadoras mais utilizadas pelas lojas virtuais são Jadlog, Total Express, Braspress, Rodonaves, TNT, Azul Cargo Express, Mercado Envios, Loggi e Gollog.

7. Investir em marketing digital

O marketing digital é uma ferramenta muito eficaz para o e-commerce, dado que é através dele que as estratégias de atrair e reter novos clientes são desenvolvidas.

Os meios que podem ser utilizados para atingir esses objetivos são tráfego pago, marketing de conteúdo, inbound marketing, SEO redes sociais e segmentação de público. Todas essas estratégias impulsionam as vendas online e contribuem com o crescimento do comércio eletrônico.

8. Monitorar resultados

O digital oferece aos empresários diferentes resultados, que são de fundamental importância para o desenvolvimento do e-commerce.

Os KPIs de marketing digital, por exemplo, são indicadores que possibilitam um olhar detalhado sobre o desempenho da empresa. O monitoramento serve para mensurar e gerir estratégias. 

Deste modo, torna-se viável o acesso a informações sobre quais táticas devem ser aperfeiçoadas ou deixadas de lado.

Outros resultados também podem ser acompanhados para ter uma noção de como a empresa está evoluindo, temos a taxa de conversão, taxa de e-mail marketing, ticket médio, taxa de abandono no carrinho e taxa de visitas por dispositivos móveis.

O mundo digital oferece uma gama de oportunidades para empreender, e pode ser um caminho muito promissor, entretanto é necessário saber como utilizar técnicas, estratégias e as ferramentas a seu favor.

Ganhar visibilidade e vender mais é o sonho de quem está começando um e-commerce do zero, mas para alcançar este objetivo, é primordial que os 8 passos citados durante o conteúdo sejam executados da maneira correta. 

E então, pronto para começar?

Aproveite e leia também: O que é E-commerce? Tipos, como funciona e como criar o seu, na prática! 

Até a próxima!