Lebbe

Less, but better.

Desafios comuns em ecommerces e como resolvê-los com o Marketing Digital?

ecommerce

O ecommerce de sucesso tem sido o desejo de todo empreendedor que está investindo neste tipo de transação comercial.

Principalmente, porque no Brasil esse é um crescimento concreto e fundamental para quem busca crescer através dessa modalidade.

O site Ecommerce Brasil divulgou uma matéria sobre o crescimento do comércio eletrônico no ano de 2022, que foi equivalente a 12,6%, faturando R$ 39,6 bilhões no primeiro trimestre, segundo os dados do Neotrust.

Investir em novas formas de fazer negócio, como o ecommerce pode trazer inúmeras vantagens, entretanto, vale destacar que como todo negócio, este também tem seus desafios para serem enfrentados.

Como sabemos, não existe mágica, receita ou uma fórmula certa que faça um ecommerce funcionar e ter sucesso do dia para a noite. Primeiramente, porque cada um tem suas especificidades e segmentações.

Porém, temos uma ferramentas poderosas no marketing digital, que se forem utilizadas da maneira correta, podem resolver todos os desafios e fazer com que o comércio eletrônico chegue ao público-alvo, desta maneira, vendendo mais e se tornando um sucesso na fidelização e relacionamento com os clientes. Quer saber como?

Continue conosco, no artigo de hoje separamos para você quais são estes desafios do qual mencionamos e como o marketing digital é fundamental para resolver este problema.

Boa leitura!

Os desafios enfrentados para ter um ecommerce de sucesso:

Desafios fazem parte do empreendedorismo, não podemos apenas esperar por resultados promissores, até porque também aprendemos a aperfeiçoar e aplicar novas técnicas a partir das adversidades.

Antes de mencionarmos aqui quais são os desafios e sobre cada um deles, vale destacar que o ecommerce é capaz de permitir à empresa:

  • Alcance maior;
  • Oferece ao cliente atendimento diferenciado;
  • Ótimo custo-benefício;
  • Fácil acesso as métricas;
  • Oferece ao cliente conforto e facilidade;
  • Existem diferentes segmentações, pode ser vendido diversos produtos/serviços e etc.

Agora que já expomos alguns dos benefícios que são adquiridos ao investir no ecommerce, vamos citar os desafios que podem ser enfrentados:

Logística

Questões relacionadas à entrega e devolução de produtos são desafiadoras, pois a logística de lojas virtuais deve ser muito bem trabalhada, para que assim seja desenvolvido o sucesso do negócio.

Sabemos que é preciso garantir que a entrega seja feita de forma rápida, para que a experiência do consumidor possa ser a melhor, mas como ter um controle do armazenamento, informações sobre produtos e os processos de transporte?

Vejamos, existem empresas terceirizadas e transportadoras que trabalham para que a logística possa ser feita da melhor forma. Operadoras e-fulfillment, por exemplo, é uma alternativa para as empresas que não se adaptam com transportadoras.

Este termo na tradução literal significa cumprir ou completar. Este é um serviço de logística que tem o objetivo principal de entregar sem atrasos os produtos aos clientes. Entretanto, o trabalho de estoque, transporte e devoluções também são realizados por este serviço.

Graças a tecnologia, é possível oferecer um diferencial, que é o rastreamento do item comprado, assim o consumidor pode acompanhar a rota, até que ela chegue no destino final. O mesmo pode ser feito pela loja, para verificar se está tudo certo com a mercadoria.

Design

O design de uma loja online tem que ser entendida como uma vitrine, é pelo visual que também conquistamos a atenção e o interesse dos usuários.

O que queremos dizer com isso, é que o investimento no site deve ser feito, contratando um profissional para realizar um trabalho diferente dos demais concorrentes, que ofereça boa experiência.

Este é um dos desafios que listamos, porque não é tão fácil achar este profissional que supere as expectativas, transmita a sensação de confiança e atraia os consumidores.

Além disso, a usabilidade de um site é de fundamental importância. Hoje, temos pessoas que exercem o ofício dentro deste universo, do design para ecommerce. 

O Design Ux – User Experience Design ou em português, Design de Experiência do Usuário, oferece um trabalho que estuda formas diversificadas para que as pessoas tenham experiências com o site.

Isto quer dizer, que as vendas podem crescer, uma vez que o trabalho vai ser desenvolvido na ação estratégica que o usuário deve dar.

Mobile

Disponibilizar aos usuários a autoridade de comprar em diferentes telas é desafiador, mas com certeza também é inovador e faz parte de uma experiência essencial que traz muitos resultados positivos.

Isto é, uma equipe de marketing e de design precisam elaborar estratégias para que as pessoas possam acessar o site do ecommerce de um celular, de um tablet ou de um computador. 

Inclusive, essa é uma forma de se destacar dos demais concorrentes e de conseguir dados específicos dessas pessoas que navegam no site pelo celular, por exemplo. Assim, é possível enviar e-mails de promoções e novidades, oferecendo produtos/serviços.

Veja também: como o e-mail marketing pode transformar os resultados do seu ecommerce.

Confiança do consumidor

Infelizmente a internet também tem um lado ruim, que são os golpes. Muitas pessoas passam ou já passaram por alguma experiência ruim. Existem relatos de consumidores em sites de reclamação, de pessoas que não receberam o produto ou de receber um item quebrado e não ter reembolso.

Por este motivo, há uma certa desconfiança em relação às compras na internet, que aos poucos podem ser trabalhadas.

Dito isso, podemos ressaltar a relevância que se tem de passar boas impressões no site, disponibilizar informações sobre rastreamento de produto e compartilhar e-mails ou feedbacks.

Outro ponto fundamental que tem sido um dos critérios para comprar, são as descrições do produto e as avaliações dos consumidores. 

Empresas grandes como Amazon, Magazine e Americanas, passam essa confiança aos seus clientes. Não apenas pelo nome conhecido, mas principalmente porque eles permitem aos usuários informações seguras dentro do próprio site. É possível verificar diversas informações de um produto e ler todos os comentários de quem já comprou o item.

É válido também oferecer aos clientes vídeos sobre o produto. Existem empresas que vendem cadeiras, e dentro do próprio site há um especialista fazendo experimentos e demonstrando a qualidade dos itens.

Atendimento

O atendimento é a base de uma empresa, seja ela qual for. Mesmo que não exista o contato físico em uma compra online, é preciso ter um atendente competente para auxiliar o comprador.

Existem também os bots, que são uma alternativa de atendimento 24 horas, com respostas personalizadas para atender os usuários que enviarem mensagens por chat.

Porém, uma atenção especial é mais satisfatória, já que as pessoas querem ter uma relação com a marca.

Essa relação com o consumidor sendo trabalhada também ajuda na conquista de confiança.

Experiência de compra

Um dos principais desafios é proporcionar experiências de compras no ecommerce. Este é um ponto que precisa ser trabalhado com frequência, até porque o comportamento do consumidor está em transformação.

O que sabemos é que com a pandemia, a compra online é uma preferência, e isso é útil para todas as empresas que querem investir no ecommerce.

Segundo o levantamento realizado pela NZN Intelligence, 74% dos consumidores brasileiros preferem a compra online.

Contudo, quando mencionamos a experiência, estamos falando das expectativas dos usuários. Uma forma de garantir que isso seja trabalhado, é oferecendo a eles:

  • Diferentes formas de pagamento;
  • Excelente usabilidade do site;
  • Prazos de entregas menores;
  • Branding;
  • Atendimento diferenciado ou automatizado;
  • Realidade aumentada;
  • Bom design no site.

Marketing digital: Um método incrível que funciona para ecommerce

ecommerce

O marketing digital é essencial para o ecommerce, pois através dele é possível trabalhar estratégias que vendem e entregam resultados promissores para uma marca.

Com essa poderosa ferramenta, podemos explorar ações que tragam soluções para todos estes desafios que foram mencionados durante o conteúdo.

Táticas de marketing como tráfego pago, inbound marketing, cross-selling e upselling, taxa de conversão e SEO são algumas das principais estratégias para vender mais no comércio eletrônico. 

Se você ficou com dúvida sobre essas estratégias que acabamos de mencionar e quer saber mais, leia também:

Marketing Digital para ecommerce: 7 estratégias para vender mais. Descubra como implementá-las e gerar mais resultados.